Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Acessos -
Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
162697


Clique aqui para acessar


FACEBOOK

*JORGE DA SILVA SILVA
http://www.facebook.com/PrJorgeSilva

*MÁRIKA SOARES COSTA
http://www.facebook.com/MARIKASOARESCOSTA


Clique aqui e confira as fotos



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos

Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


 

Bom Dia! Hoje é: 11/12/2018
Artigos

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
ALTERANDO OS ORIGINAIS
 
Pr. Paulo Avelino ( Foto: Jorge Silva)
 
 
1. Estão mudando o estilo de liderança: daquele baseado em dons divinos para o profissional. A profissão, os cursos técnicos e as formaturas acadêmicas, por mais importantes que sejam, não produzem vida espiritual para alimentar as almas sedentas. Estes conhecimentos estão somente na cabeça, por isso, não alcançam o coração dos ouvintes. As coisas espirituais fluem de um coração consagrado para quem tem sede de Cristo.
 
2. Estão mudando o discipulado: de aprendizado para treinamento.          A pessoa treinada é como um músico que toca o seu instrumento somente quando o maestro lhe dá o tom da música. Já o aprendiz tira proveito do que viu, ouviu, etc. Os conhecimentos do aprendiz estão na sua memória, por isso, ele faz as coisas naturalmente, tanto é discípulo como um discipulador em qualquer local. O militar é treinado, já o cidadão comum é aprendiz.
 
3. Estão mudando o estilo do culto: da participação para uma mera audiência.  Em muitas reuniões de culto nas igrejas de hoje, os membros não tomam parte em coisa nenhuma! Não cantam, não louvam, não falam de Cristo, não dão aleluias, não oram; enfim, são colocados como parasitas, enquanto uma meia dúzia de profissionais da religião permanecem “lá em cima” como “atores de Deus”, de quando em quando se ouvem algumas palmas, pela quantidade e o fervor delas dá para saber para quem foram batidas.
 
4. Estão mudando o uso dos dons: da edificação para o impressionalismo. Muitas apresentações nas igrejas de hoje não produzem crescimento espiritual nos seus membros, não transformam vidas, mas produzem uma enorme impressão de religiosidade falsa. Muito movimento religioso não significa que é a presença de Deus, dos dons espirituais, das curas divinas, da salvação de almas, do perdão, da santificação. Hoje as igrejas estão cheias de profissionais da medicina, seguros de saúde individual e coletivo. Se não tiverem cuidado, estes benefícios retirarão a fé e o espaço para a manifestação dos dons de Deus.
 
5. Estão mudando o estilo da membresia: de produtor para consumidor.  Os membros de muitas igrejas de hoje deixaram de produzir lucros espirituais, morais, éticos e agregação de mais pessoas para serem grandes consumidores dos produtos que lhes colocam à frente. Eles compram muito mais que produzem.
 
6. Estão mudando o poder do Espírito: do poder de Deus à habilidade humana. Muitas igrejas de hoje têm substituído as manifestações do genuíno poder do Espírito Santo pelos talentos profissionais e aprovação documentária. As igrejas como organizações precisam de documentos oficiais para dar ciência aos governos da nossa liberdade religiosa. Porém, reuniões ministeriais, atas, relatórios, escrituras, cnpj, cpf, não substituem a unção divina, a vida espiritual e os dons espirituais. Se as provas que apresentamos são somente papéis e talentos humanos, então a obra que fazemos não é de Deus, mas dos homens, afinal, como organismo vivo de Cristo, onde está o poder do Espírito divino para convencê-los da grande salvação?
 
7. Estão mudando a comunhão: de profunda para superficial.          Em muitas igrejas de hoje, a comunhão entre os seus membros deixou de ser profunda, do íntimo da alma. As pessoas estão esfriando na prática do amor que dá a vida pelos irmãos para uma rudimentar comunhão que não passa de comunicação frívola, uma falsa comunhão que age somente no social, corriqueira, um tapinha nas costas, um alô ou um olá tradicionalista ou social.
 
8. Estão mudando o estilo do ministério: de pessoal para social.    Muitas igrejas de hoje estão valorizando mais um corpo ministerial social ou uma associação de pastores submetidos às mesmas leis, que o ministério pessoal, individual, como Jesus ensinou; ele chamou pessoa por pessoa, cada um com o seu dom e com as suas individualidades pessoais, ministeriais, sociais e culturais. Cada pastor deve possuir a sua marca própria e nunca a marca coletiva.
 
Por Pr. Paulo Avelino (Conferencista, autor de várias obras e escritor da Editora Betel –prpauloavelino@yahoo.com – (62) 8183-3989)

 

Retornar 
Copyright @ 2008 - Todos os direitos reservados.