Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Acessos -
Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
161934


Clique aqui para acessar


FACEBOOK

*JORGE DA SILVA SILVA
http://www.facebook.com/PrJorgeSilva

*MÁRIKA SOARES COSTA
http://www.facebook.com/MARIKASOARESCOSTA


Clique aqui e confira as fotos



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos

Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


 

Boa Noite ! Hoje é: 23/10/2018
Artigos

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
MAIOR CAUSA DO PREJUÍZO FINANCEIRO
Quando pensamos em ganância, sempre a vemos em outras pessoas. A verdade é que as sementes da ganância estão presentes no coração de todos nós. Em alguns, estas sementes vão sutilmente criando raízes e passam a influenciar cada vez mais as decisões, impedindo-nos de alcançar o que mais valorizamos. Em outros, elas se tornam ervas daninhas que sufocam a alegria da vida. Salomão nos mostra como evitar que a ganância se enraíze e como fugir da sua influência ou controle. Primeiro, vamos saber como Salomão define ganância.
 
O QUE VOCÊ QUER E COM QUE INTENSIDADE?
 
            A ganância não está relacionada apenas ao dinheiro. Embora possa certamente impulsionar a busca de uma pessoa por riquezas e bens materiais, é uma atitude que pode levar a vários comportamentos. Salomão usa duas palavras em hebraico para descrever a ganância. Uma significa “desejar profundamente algo” e a outra sugere querer algo a ponto de se dispor a violar os direitos do próximo para obtê-lo. A ganância é um anseio profundo por determinada coisa que gera a disposição de consegui-la custe o que custar. Em outras palavras, o que define a ganância não é o fato de você querer algo, e sim a intensidade com que você o quer.
            Uma pessoa pode ser gananciosa em qualquer área: na busca por poder ou reconhecimento, por amor, por satisfação sexual, por lazer ou por um hobby. Porém, na nossa sociedade, a forma mais visível de ganância é a busca pelo dinheiro.
 
AS CONSEQÜÊNCIAS DA GANÂNCIA
 
            1. Ela pode roubar sua vida. Quando vi pela primeira vez a advertência de Salomão, em Provérbios 1.19, de que a ganância pode roubar a vida daquele que a possui, pensei que fosse uma metáfora. Porque, de fato, conheci inúmeros homens e mulheres em que a ganância causava perturbações, conflitos, uma sensação de vazio, de falta de propósito, de infidelidade.
            2. Ela pode destruir sua segurança financeira. Em Provérbios 28.22, Salomão nos diz que a pessoa que tenta enriquecer rapidamente acaba pobre. “Aquele que busca a riqueza instantânea traz a maldade no olhar e não pensa sobre a pobreza que o acometerá.” Para os obcecados pelo enriquecimento, Salomão diz que a riqueza “abrirá as asas e sairá voando como uma águia”.
            3. Ela pode afetar seus entes queridos. Se você for como eu, tenho certeza de que muitas vezes pensou: “O que eu estou fazendo é problema meu. Não tem nada a ver com meus pais, minha mulher ou meus filhos.” Porém, em Provérbios 15.27, Salomão adverte: “O ganancioso traz desarmonia para o próprio lar”. Não existe nada que seja problema exclusivamente seu. Nossos atos afetam todas as pessoas que nos cercam. E não importa se a sua ganância é financeira, material, se é por um gosto ou um vício. Nos negócios, ela pode ser inicialmente bem-intencionada. Queremos apenas ganhar mais dinheiro para dar uma vida melhor às nossas famílias. Porém, à medida que as sementes da ganância se enraízam nos envolvemos de tal forma no trabalho que acabamos negligenciando a família que queríamos beneficiar.
            4. Ela pode levar à falência emocional. Em Provérbios 13.7, Salomão escreve: “Existem homens que enriquecem, mas, ainda assim, nada têm.” Você também pode conseguir tudo o que cobiça, mas Salomão garante que, mesmo que o consiga, não terá nada de valor.
            5. Ela pode roubar sua felicidade e o sentido da sua vida. No começo você só quer um pouquinho mais. Depois, mais um pouquinho. No começo, você pensa no assunto de vez em quando. Depois, começa a pensar nele todo dia, até que ele domine seus pensamentos o dia inteiro. Por fim, não consegui se sentir feliz ou satisfeito, porque está sempre voltado para o que não possui. Você perde a razão de ser porque sua vida agora está centrada na busca pelas coisas que ainda não tem. Assim é a ganância.
            6. Ela pode roubar sua integridade. Em Provérbios 28.20, Salomão afirma: “Aquele que tem pressa em enriquecer não será inocente.” A ganância nunca é paciente. Ela está sempre com pressa de conseguir aquilo que cobiça, gerando a atitude de “quero o máximo que puder e quero-o agora!”. Ela alimenta seu impulso natural por gratificação imediata. No intuito de enriquecer mais rapidamente, as pessoas se dispõem a fazer coisas antiéticas, imorais ou ilegais. Não há nada de errado em desejar mais. Porém, quando esse desejo se torna nossa principal meta, ou nos faz deixar de lado nossas prioridades e nossa ética, ele se torna ganância
            7. Ela gera uma falsa sensação de segurança. Em Provérbios 11.28, Salomão escreve: “Aquele que se fia em suas riquezas cairá.” Infelizmente, quanto mais dinheiro uma pessoa ganha, maior a chance de se tornar arrogante. Ela se sente onipotente e começa a correr riscos. E, quando cai, a queda é dura.
Por Pastor Vicente de Deus
Retornar 
Copyright @ 2008 - Todos os direitos reservados.