Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Acessos -
Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
162740


Clique aqui para acessar


FACEBOOK

*JORGE DA SILVA SILVA
http://www.facebook.com/PrJorgeSilva

*MÁRIKA SOARES COSTA
http://www.facebook.com/MARIKASOARESCOSTA


Clique aqui e confira as fotos



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos

Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


 

Bom Dia! Hoje é: 13/12/2018
Artigos

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
O QUE FAZER COM OS NOSSOS INIMIGOS?

 

Conferencista Pr. Jorge Silva – Foto: Núbia Camargo
 
O amor é a essência da vida. É o mais nobre sentimento que nasceu no coração de Deus para reger o afeto entre os homens. Quem não ama, não O conhece, porque Ele é Amor (I Jo 4:8). É como uma fonte de água que sacia a sede de um povo sedento; enquanto ela existir, haverá vida para este povo. Assim também é o amor. Contudo, há uma diferença entre Deus e esta fonte. No Todo Poderoso encontramos a fonte inesgotável do amor, enquanto, o amontoado de águas é perecível e sujeito à seca a qualquer momento, basta uma simples estiagem.
         O problema do mundo tem sido a falta de amor ao inimigo. A solução para tudo isto é mesmo liberar o amor do fundo do coração. O primeiro passo é marcado por um gesto de bondade, uma palavra de paz e não expor o próximo ao ridículo.
         Por mais que o inimigo não queira o seu bem, faça o inverso e inverta o quadro da situação. Analise os pontos positivos dele e o faça saber de alguma forma que sua visão é a melhor possível a seu respeito.
         Agindo assim, com certeza, haverá reconciliação. Buscar o auxílio do Espírito Santo nesses momentos é extremamente necessário para desfrutar de uma verdadeira comunhão e longe do pecado. O que devemos fazer com os nossos inimigos?
         “Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem; Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? Não fazem os gentios também o mesmo” (Mt. 5.44, 46, 47).
         Uma certa pessoa ao ser interrogada sobre o que achava do seu companheiro de trabalho, atuante na sua mesma área profissional avaliou como sendo uma pessoa de grandes qualidades. A pessoa que lhe perguntou, ao ouvir sua resposta ficou abismada e disse: “suponho que você não sabe o que ele tem falado a seu respeito pelas costas!”.
Então respondeu: “Sei sim. Porém, fui questionado sobre minha opinião sobre ele e não o que ele pensa sobre mim!”.
         Muitas vezes pensamos ou nos relacionamos com pessoas não por amor, mas com interesses outros. Temos o outro como produto negociável. Se eles nos servem bem, com carinho, amabilidade, então vamos amá-los, retribuiremos da mesma forma. Mas, e quando é o inverso? Quando nos tratam injustamente, revidamos com a mesma atitude, respondemos negativamente como achamos que merecem.
         “Olho por olho e dente por dente”. Porém, o amor cristão, a maior riqueza que Cristo nos ensinou, jamais se conforma com a esta racionalidade. Pelo contrário, nos ensina a agir com misericórdia e justiça, desfazendo a lógica dos homens maus.
         “Pagar com a mesma moeda” é uma atitude de quem não tem o amor de Deus na vida. Essa é a mesquinhez de um coração que não recebeu Cristo e não se preocupa com os resultados de sua ação. Não se importa em ofuscar o brilho da verdade e do amor, agem sempre negativamente. Saiba que, a maior força que vence o mundo, até mesmo o egoísmo, é o amor.
         Vejamos alguns exemplos de homens que amaram os seus inimigos e fizeram o bem a quem lhes fizeram mal:
         José- “E José beijou a todos os seus irmãos, chorando sobre eles; depois seus irmãos falaram com ele” (Gn 45:15). (Leia: Gn. 47. 6, 11, 12).
         Moisés- “Moisés clamou ao Senhor por Miriã que estava leprosa, porque havia falado mal dele. E Deus respondeu a Moisés e curou a Miriã” (Nm 12:13).
         Davi- “Disse Saul a Davi: Mas justo és do que eu, pois tu me recompensaste com o bem, e eu te recompensei com mal” (1 Sm 24:17).
         Elizeu- “Eliseu deu de comer e de beber para os seus inimigos, os soldados do exército da Síria” (2 Rs 6:22).
         Estevão- “Estevão orou pelos seus inimigos na hora de sua morte” (At 7:60).
         Os Cristãos Martirizados - “E nos afadigamos, trabalhando com nossas próprias mãos; somos injuriados, e bendizemos; somos perseguidos, e o suportamos; somos difamados, e exortamos; até o presente somos considerados com o refugo do mundo, e como a escória de tudo” (1 Co 4:12-13).
Por. Pr. Jorge Silva
Retornar 
Copyright @ 2008 - Todos os direitos reservados.