Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Acessos -
Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
161934


Clique aqui para acessar


FACEBOOK

*JORGE DA SILVA SILVA
http://www.facebook.com/PrJorgeSilva

*MÁRIKA SOARES COSTA
http://www.facebook.com/MARIKASOARESCOSTA


Clique aqui e confira as fotos



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos

Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


 

Boa Tarde! Hoje é: 23/10/2018
Artigos

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
A OBESIDADE DO EGO

Quem nunca ouviu a palavra Narcisismo? Essa frase descreve a característica de personalidade de paixão por si mesmo. A palavra é derivada da Mitologia Grega. Narciso era um jovem e belo rapaz que rejeitou a ninfa Eco, que desesperadamente o desejava. Como punição, foi amaldiçoado de forma a apaixonar-se incontrolavelmente por sua própria imagem refletida na água. Incapaz de levar a termos sua paixão, Narciso suicidou-se por afogamento.
            Em psicologia e psiquiatria, o narcisismo muito excessivo é o que dificulta o individuo a ter uma vida satisfatória, é reconhecido como um estado patológico e recebe o nome de Transtorno de personalidade narcisista. Indivíduos com o transtorno julgam-se grandiosos e possuem necessidades de admiração e aprovação de outras pessoas em excesso.Freud acreditava que algum nível de narcisismo constitui uma parte de todos desde o nascimento.O mundo à nossa volta está promovendo o amor-próprio e a auto-estima. A auto-estima é um aspecto popular da psicologia humanista, que é baseada na crença de que todos nós nascemos bons e que a sociedade é a culpada.
            Esse sistema luciferiano coloca o homem como a medida de todas as coisas. A ênfase no ego é exatamente o que começou no Jardim do Éden e se intensifica através dos ensinos humanísticos do amor-próprio, da autoestima, da auto realização e auto-etc. O amor próprio é a grande busca dessa humanidade falida. As questões que permeiam a mente de muitos nesses dias são: Você gosta incondicionalmente de você? É feliz na sua vida como ela está? Faz todas as coisas que lhe fazem bem? Procura tomar sempre decisões em favor de sua felicidade? Como respostas a essas indagações, basta perceber como as pessoas têm sido substituídas por coisas supérfluas. Neste sistema corrompido o que vale é a minha autossatisfação não importando a quem vou ter que magoar, isso sem mencionar o fato de se saber o que Deus pensa a respeito das decisões que se vem a tomar.
            Em Gênesis 3 vemos a tragédia que se abateu sobre nós, e como essa tragédia teve repercussões , e ainda tem na história, inclusive no momento que estamos vivendo. Este texto nos diz que a nossa queda trouxe-nos consequências devastadoras. Isso significa dizer que na queda nós sofremos algumas mudanças. A mudança mais significativa que sofremos tem a ver com o que éramos e o que nos tornamos, isto é, nós mudamos do SER para o TER (Gn 3:2-4).
            O texto supracitado nos informa que Satanás convenceu a mulher de que para ser como Deus eles teriam que ter o que Deus tem. Ora! O homem foi criado à imagem de Deus (Gn 1:26), pelo que, de certo modo, ele já era como Deus.Ser como Deus, de acordo com o significado do texto, não significa ter o que Deus tem, mas sim que nós, em certa medida participamos de forma gradual da natureza divina (2 Pe 1:4).A serpente sugeriu à mulher que isso poderia ser conseguido graças à desobediência à vontade de Deus. O próprio Satanás havia aspirado essa posição de igualdade com o Altíssimo, e esse orgulho foi o principal motivo de sua queda (Is 14:14).
            À semelhança de Lúcifer, a igreja contemporânea assimilou essa ideologia humanística, para tanto, basta observar o conteúdo e as aberrações ditas nas supostas “músicas evangélicas” de hoje, as quais chegam a ser vergonhosas. A pobreza teológica das composições evangélicas de hoje estão carregadas de distorções que só servem para inflar o ego de muitos que sonham uma exaltação da qual a Bíblia jamais fez alguma referência.
O ego inflado instiga o orgulho. O orgulho é um sentimento de satisfação pela capacidade ou realização ou um sentimento elevado de dignidade pessoal. Em toda a Escritura, e particularmente dentro do contexto de Mateus 22, a ordem é dirigir aos outros todo o amor que o indivíduo tem por si. Não nos é ordenado que amemos a nós mesmos. Já o fazemos naturalmente. O mandamento é que amemos os outros como já amamos a nós mesmos. A história do Bom Samaritano, que segue o mandamento de amar o próximo, não só ilustra quem é o próximo, mas qual é o significado da palavra amor. Nesse contexto, amor significa ir além das conveniências a fim de realizar aquilo que se julga ser melhor para o próximo. A idéia é que devemos procurar o bem dos outros do mesmo modo como procuramos o bem (ou aquilo que podemos até erradamente pensar que seja o melhor) para nós mesmos – exatamente com a mesma naturalidade com que tendemos a cuidar de nosso bem-estar.
            Deus nos encheu com dons e talentos (Tg1:17) a fim de que vivamos com qualidade de vida. Quando, porém, eu sou dominado pela soberba de achar que sou detentor de alguma habilidade que é fruto de sua graça doadora, Ele pra me poupar de dores maiores me planta um espinho na carne, uma fraqueza que me faz lembrar de minhas constantes limitações (2 Co 12:7). É assim que Ele estoura nosso ego inflado. É com fraquezas que Ele reduz à obesidade de nosso ego levando-nos a auto dependência de Sua graça.
 
Missionário Raimundo Filho
(62) 3517-0529 / 8177-4486 / 9115-9762
 E-mail: missionarioraimundofilho@hotmail.com
Retornar 
Copyright @ 2008 - Todos os direitos reservados.