Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Acessos -
Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
162306


Clique aqui para acessar


FACEBOOK

*JORGE DA SILVA SILVA
http://www.facebook.com/PrJorgeSilva

*MÁRIKA SOARES COSTA
http://www.facebook.com/MARIKASOARESCOSTA


Clique aqui e confira as fotos



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos

Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


 

Bom Dia! Hoje é: 18/11/2018
Politica

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5

DEPOIS DE PARTICIPAR DA CÚPULA DE CARACAS, PRESIDENTA DILMA RETORNA A BRASÍLIA

 

 

 


Chefes de Estado da América Latina e do Caribe posam para foto oficial após sessão plenária da Cúpula de Caracas. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR


Na primeira sessão plenária da Cúpula de Caracas, presidenta Dilma Rousseff reforça a importância da integração regional. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR


Presidenta Dilma Rousseff concede entrevista coletiva em Caracas. 
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR


Presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de abertura da 3a Cúpula de Chefes de Estado e de Governo da América Latina e do Caribe. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff embarcou às 10h (12h30 em Brasília) de Caracas, na Venezuela, de volta para Brasília, onde deve chegar às 17h10 no horário local. O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, representa o governo brasileiro na segunda sessão plenária da Cúpula de Chefes de Estado e de Governo da América Latina e do Caribe (Calc).
No dia 02 após a cerimônia de abertura da 3a Calc, os chefes de Estado reuniram-se na primeira sessão plenária que formalizou a criação da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac). No seu discurso, a presidenta celebrou a criação da nova organização.
“O Brasil olha confiante para o seu futuro porque nós vamos, de forma determinada, perseguir a articulação entre nós, tanto do ponto de vista multilateral como também do ponto de vista bilateral. Vamos perseguir essa articulação, essa coordenação e integração no Mercosul, na Unasul e aqui neste fórum, que nós consideramos uma das grandes façanhas dos países da nossa região, que é a Celac. Juntos seremos mais fortes, juntos podemos crescer de forma solidária e mutuamente benéfica.”
_______________________________________________
 
A presidenta Dilma Rousseff participa nos dias 2 e 3 de dezembro, em Caracas, na Venezuela, da 3a Cúpula da América Latina e do Caribe sobre Integração e Desenvolvimento (Calc), que vai discutir o impacto da crise econômica nos países da região, a cooperação em projetos de infraestrutura e o desenvolvimento sustentável.
A Cúpula de Caracas também dará início ao funcionamento da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), que contará com a participação de 33 países.
A cerimônia oficial de chegada da presidenta Dilma a Caracas está prevista para 15h30 (horário oficial de Brasília) de amanhã (1o). Em seguida, ela terá reunião bilateral com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez.
Na sexta-feira (2), a presidenta terá reuniões bilaterais com os presidentes da Bolívia, Evo Morales, e da Argentina, Cristina Kirchner. Depois, participará da abertura oficial da 3a Calc e da sessão plenária. Um jantar oferecido pelo presidente Hugo Chávez encerra o primeiro dia da Cúpula de Caracas.
No sábado (3), último dia do encontro, serão realizadas duas sessões plenárias com a participação dos chefes de Estado.
A presidenta Dilma retorna a Brasília no fim da tarde.
Segundo o Ministério das Relações Exteriores, a corrente de comércio do Brasil com os países da América Latina e do Caribe cresceu cerca de quatro vezes entre 2002 e 2010. O intercâmbio comercial com a América do Sul, América Central, México e Caribe atingiu, em 2010, US$ 78 bilhões. Até setembro de 2011, as trocas comerciais com a região alcançaram US$ 69 bilhões.
___________________________


Presidenta Dilma Rousseff tem encontro com a presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, em Caracas. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR


Presidenta Dilma Rousseff mantém reunião bilateral com o presidente da Bolívia, Evo Morales. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Em Caracas, na Venezuela, para a 3a Cúpula de Chefes de Estado e de Governo da América Latina e do Caribe (Calc), a presidenta Dilma Rousseff teve hoje (2) encontros bilaterais com os presidentes da Bolívia, Evo Morales, e da Argentina, Cristina Kirchner.
Nesta tarde, os três participam da cerimônia de abertura da 3a Calc que marca também o início da Cúpula da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac). Com a participação de 33 países, este novo organismo internacional tem como foco a cooperação intrarregional, a concertação política e a projeção da região no cenário internacional.
Ontem, na declaração à imprensa, a presidenta Dilma defendeu a integração regional como “motor de desenvolvimento” da América Latina e do Caribe. Segundo ela, os países da região podem alcançar papel estratégico no cenário internacional. Sobre a criação da Celac, a presidenta ressaltou:
“Nossos países estão mostrando essa vocação de criar um futuro comum que une toda nossa região, sem ingerências de qualquer natureza.”
 
_______________________________________________________

 

 

 

PARA ENFRENTAR CRISE, PRESIDENTA DILMA DEFENDE INTEGRAÇÃO ENTRE OS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA


Ao lado do presidente venezuelano Hugo Chávez, presidenta Dilma defende, em Caracas, integração da América Latina para garantir o crescimento econômico dos países da região. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

 A presidenta Dilma Rousseff defendeu a integração produtiva entre os países da América Latina e do Caribe como forma de enfrentar a crise internacional e assegurar o crescimento econômico da região. Após reunião com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, a presidenta afirmou, em Caracas, que aposta na integração como “motor de desenvolvimento”.

“Eu considero que estamos numa outra fase. Nós podemos construir uma integração que seja realmente produtiva e que nos leve ao crescimento das economias e dos nossos povos. E nos leve a um processo que não seja a exploração de um país por outro”, disse.

Segundo Dilma Rousseff, os países da América Latina podem alcançar papel estratégico no cenário internacional não apenas por suas taxas de crescimento elevadas, mas porque substituíram suas teses sobre o desenvolvimento. Citando o economista Celso Furtado, ela lembrou que o verdadeiro caminho para o desenvolvimento é crescer com inclusão social e distribuição de renda.

“Nunca antes tivemos uma oportunidade tão grande para fazer com que este continente tenha uma importância e um papel estratégico no plano internacional. Não só porque, ao contrário de muitos outros países, incluindo os desenvolvidos, somos um continente com taxas de crescimento elevadas em relação aos Estados Unidos e à Europa, mas, sobretudo, porque mudamos nossa concepção de crescimento econômico. Abandonamos a tese de que era possível aos nossos países crescer sem que nossos povos usufruíssem.”

A presidenta Dilma está em Caracas para participar da 3a Cúpula da América Latina e do Caribe sobre Integração e Desenvolvimento (Calc) que marca também o início da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), que contará com a participação de 33 países.

“Queria lembrar que, há duzentos anos, num dia importantíssimo, Caracas surgia como um farol para a defesa da luta das colônias americanas. E creio que o sonho de Bolívar [Simon], que as novas nações latino-americanos podiam governar-se de forma autônoma, agora está mais maduro.”

Cooperação – O discurso da presidenta Dilma foi precedido de cerimônia de assinatura de atos entre autoridades brasileiras e venezuelanas que ampliam a cooperação entre os dois países. Entre os projetos discutidos na reunião de Caracas, estão o programa habitacional Gran Misión Vivienda, que aproveita as experiências bem sucedias do Minha Casa, Minha Vida, e a construção da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

 

_____________________________________

PRESIDENTA DILMA CHEGA A CARACAS PARA CÚPULA SOBRE INTEGRAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

 

 

 


Em Caracas, presidenta Dilma é recebida pelo presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anfitrião da 3a Cúpula da América Latina e do Caribe sobre Integração e Desenvolvimento. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

 

Os presidentes Dilma Rousseff e Hugo Chávez passam em revista as tropas venezuelanas em Caracas. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

 


 

Presidenta Dilma Rousseff recebe diretora do FMI, Christine Lagarde, em audiência no Palácio do Planalto. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.
A presidenta Dilma Rousseff está em Caracas, na Venezuela, onde participará, nos próximos dois dias, da 3a Cúpula da América Latina e do Caribe sobre Integração e Desenvolvimento (Calc). No encontro, os chefes de Estado vão discutir o impacto da crise econômica nos países da América Latina e do Caribe, a cooperação em projetos de infraestrutura e o desenvolvimento sustentável.
Dilma Rousseff foi recebida pelo presidente da Venezuela, Hugo Chávez, em cerimônia no Palácio Miraflores. Neste momento, os dois presidentes estão reunidos. Em seguida, haverá reunião ampliada e declaração à imprensa.

 


 

Presidente da Câmara, deputado Marco Maia assume interinamente a Presidência da República na ausência da presidenta Dilma que viajou para Venezuela. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
 

 

 

 

 

 

 

 

 

Retornar 
Copyright @ 2008 - Todos os direitos reservados.