Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Acessos -
Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
161548


Clique aqui para acessar


FACEBOOK

*JORGE DA SILVA SILVA
http://www.facebook.com/PrJorgeSilva

*MÁRIKA SOARES COSTA
http://www.facebook.com/MARIKASOARESCOSTA


Clique aqui e confira as fotos



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos

Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


 

Bom Dia! Hoje é: 25/09/2018
Politica

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5

PREFEITURA DE GOIÂNIA ESTÁ CREDENCIADA PARA CONSTRUIR 4,3 MIL NOVAS CASAS


Paulo Garcia assina termo de compromisso com a Caixa

 


Termo assinado é no valor de R$ 63 milhões


Previsão para a entrega das novas casas é para o final de 2012

Com o objetivo de construir 4,3 mil novas unidades habitacionais e reurbanizar áreas de risco em Goiânia, o prefeito Paulo Garcia e o secretário municipal de habitação, Paulo Borges, assinaram no dia 23 de novembro de 2011, no Paço Municipal um termo de compromisso, no valor de R$ 63 milhões, com a Caixa Econômica Federal (CEF), representada pela superintendente Regional, Marise Fernandes de Araújo, que viabilizará a construção dessas novas moradias. A solenidade da assinatura do documento reuniu secretários municipais, diretores da CEF e vereadores.

         “Com essas novas construções, estaremos transferindo todos os moradores que vivem em áreas impróprias de Goiânia. Assim, não existirá mais áreas de risco na capital”, disse o prefeito. Um estudo realizado pela Secretaria Municipal de Habitação aponta que, pelo menos  4,5 mil famílias vivem em locais de riscos.

         “O nosso plano habitacional está muito interessante. Não entregamos só casas, no projeto inclui equipamentos sociais que são: Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), Posto de Saúde e Escola. É verdadeiramente uma nova vida aos moradores", completa o prefeito.

         As famílias que hoje vivem nos Setores Jardim Botânico, dos Funcionários, Parque Amazônia, Pedro Ludovico, Vila Santo Hilário, Vila Novo Horizonte e Vila Romana, entre outras, serão beneficiadas com essas novas moradias. “Escolhemos estes setores porque as famílias que vivem nestes lugares são constantemente ameaçadas por chuvas. Portanto, faremos a transferência desses moradores muito em breve”, esclarece o secretário de Habitação, Paulo Borges.

         Segundo projeto, as novas casas serão edificadas no Residencial Santa Fé I, Frei Galvão, Jardins do Cerrado I, III, Novo Mundo III, Parque das Amendoeiras, Jardim Abaporu, Jardins do Ipês e Jardim Mariliza e a previsão é de que, até o final de 2012, essas casas e apartamentos já estejam prontos para receberem as famílias.

         Durante a solenidade, o prefeito aproveitou para anunciar que, no dia 17 de dezembro, as primeiras famílias que foram contempladas começarão a ser transferidas para o Condomínio Habitacional Jardins do Cerrado VII. “Já está tudo pronto. Hoje, a Caixa vai no empreendimento aprovar os equipamentos sociais para nos autorizar a transferir os beneficiados”, disse.  Participaram também do evento e assinaram o termo de compromisso, representantes de seis empresas que já foram licitadas para executar estes projetos habitacionais que têm previsão para começar já no próximo mês.

 

Fonte: www.goiania.go.gov.br

 

Retornar 
Copyright @ 2008 - Todos os direitos reservados.