Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Acessos -
Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
159755


Clique aqui para acessar


FACEBOOK

*JORGE DA SILVA SILVA
http://www.facebook.com/PrJorgeSilva

*MÁRIKA SOARES COSTA
http://www.facebook.com/MARIKASOARESCOSTA


Clique aqui e confira as fotos



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS



CLIQUE AQUI E CONFIRA AS FOTOS


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos

Clique aqui e confira as fotos


Clique aqui e confira as fotos


 

Boa Noite ! Hoje é: 23/10/2017
Artigos

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jornalpr/public_html/Connections/dbgeral_gersite.php on line 5
QUANDO O ÍDOLO SOU EU

 

A idolatria sempre foi o jogo religioso predileto. Sempre esteve presente. Agora, numa nova modalidade. Já lutamos contra os ídolos, mas hoje, os ídolos somos nós!
Vejo pessoas com os olhos brilhando, as mãos suando frio, celulares a postos não perdem nada, euforia total, histeria... Tudo para o “artista gospel” do momento. Não consigo enxergar nenhum dos dois: arte, nem “gospel” (“boas novas”, em alusão ao evangelho, em inglês).
Antecipo que serei absurdamente criticado por esse artigo. As desculpas estão na ponta da língua. Vejo cantores, cantoras, pregadores, pastores e até igrejas sedutores em seus holofotes, extasiados por seus fã-clubes. Ídolos que adoram ser adorados! Algumas igrejas são verdadeiras grifes religiosas – se você não faz parte delas está fora de moda, sem nenhum “curtir”.
Se você que está lendo esse artigo agora tem seu próprio fã-clube e está tentando encontrar soluções para essa contradição, pense nas seguintes perguntas:
1. Como é a sensação de ver as pessoas ad-mirando e idolatrando você, gritando seu nome. É bom? É gostoso?
2. Quando você chega a uma igreja, praça ou evento e ninguém lhe reconhece, dói? Você se sente mal?
3. Quantas vezes você leu sobre idolatria na Bíblia?
Percebe? O ídolo hoje sou eu! Já não dói mais roubar a glória de Deus. Não assusta mais saber que Deus destrói os ídolos. Não há mais o senso do sagrado terrível.
Vejo cantores(as) “agradecendo” no lançamento do CD ou DVD com a seguinte frase: Deus cumpriu sua promessa, seu sonho. Intrigante é que essa “promessa/sonho” é gradual: se o tal CD “estourar” foi uma grande obra de Deus, se não vender nada foi “provação de Deus para o meu crescimento, visando o próximo CD”. Eu, eu, eu! Ah! A criatividade gospel...
         Vejo pastores e suas fotos espalhadas por todos os lugares. É a nova Onipresença dos deuses de hoje. Não é pecado fazer foto com alguém, o problema é sentir-se o pior do mundo quando ninguém fizer foto com você. É o “pastorado imagético”, a contradição total: viver pela Palavra no mundo da Imagem! É o anti-João Batista: “Importa que eu cresça e o resto desapareça!” São os novos “Padim Ciços” da mentalidade popular evãgélica!
*Quando o ídolo sou eu, Deus sai de cena! Ele não divide a sua glória com ninguém!
*Quando o ídolo sou eu, o profetismo desse artigo gera ódio. Servos não se encaixam nas descrições acima.
*Quando o ídolo sou eu, qualquer glória aos outros é exaltação, a mim é honra! O nome disso é hipocrisia, teatro, máscaras!
*Quando o ídolo sou eu, evito a Bíblia. Ela é uma arma de grosso calibre que costuma destruir os altares dos falsos deuses.
*Quando o ídolo sou eu, a igreja sofre. Ídolos de carne e osso são infinitamente mais nocivos do que imagens de barro e gesso.
*Quando o ídolo sou eu, sou uma mentira! Não há ninguém digno de adoração senão Aquele que é Alfa e Ômega, Princípio e Fim. (Apocalipse 1.8)
A Jesus Cristo – o Único – sejam rendidas toda a honra, glória, exaltação, adoração, magnitude, majestade, louvor, domíno e soberania para todo o sempre!
Retornar 
Copyright @ 2008 - Todos os direitos reservados.